jarras cerâmicas

Em jarras cerâmicas Teresa Cortez molda a terracota ajustando configurações imponderáveis. As suas mãos modelam recebendo representações do mundo animal, da natureza ou, simplesmente, apresenta-nos um rosto. São formas volumétricas circulares, cilíndricas, mais ou menos ovais, quase esféricas, que hospedam, em alto-relevo, os seus residentes. São motivos florais, rosas em coração, malmequeres, bem-me-queres, adereços coloridos da natureza, rostos femininos individuais ou em grupos, com cabelos lisos, em trança, pássaros, sapos, carochas, porcos que brotam em cada vaso. Cada peça encontra a sua essência no corpo gerado pela massa, que assim define o corpóreo. Modelar cada objecto escultórico é apreender um sentido, uma fisionomia, uma aparência inscrita na matéria indagada. O vindouro, é o resultado da envolvência, do toque que amassa, metamorfoseando. A matéria orgânica, que brota do corpo terreno, atenta os nossos sentidos. A terracota, ao ser trabalhada pelas mãos da artista, ganha um valor estético como objecto escultórico. Exalta-nos para um olhar circundante, com cada volume a acompanhar o vazado de cada jarra, de cada recipiente.

tc_jarras_29
tc_jarras_28
tc_jarras_27
tc_jarras_26
tc_jarras_25
tc_jarras_24
tc_jarras_23
tc_jarras_22
tc_jarras_21
tc_jarras_20
tc_jarras_19
tc_jarras_18
tc_jarras_17
tc_jarras_16
tc_jarras_15
tc_jarras_14
tc_jarras_13
tc_jarras_12
tc_jarras_11
tc_jarras_10
tc_jarras_9
tc_jarras_8
tc_jarras_7
tc_jarras_6
tc_jarras_5
tc_jarras_4
tc_jarras_3
tc_jarras_2
tc_jarras_1
previous arrow
next arrow
tc_jarras_29
tc_jarras_28
tc_jarras_27
tc_jarras_26
tc_jarras_25
tc_jarras_24
tc_jarras_23
tc_jarras_22
tc_jarras_21
tc_jarras_20
tc_jarras_19
tc_jarras_18
tc_jarras_17
tc_jarras_16
tc_jarras_15
tc_jarras_14
tc_jarras_13
tc_jarras_12
tc_jarras_11
tc_jarras_10
tc_jarras_9
tc_jarras_8
tc_jarras_7
tc_jarras_6
tc_jarras_5
tc_jarras_4
tc_jarras_3
tc_jarras_2
tc_jarras_1
previous arrow
next arrow
© 2020 - 2021, Teresa Cortez